terça-feira, 5 de junho de 2012

Entrevista por email a António F. Ramos


Sé do Porto e Ribeira


1. Qual o teu primeiro contacto com a fotografia ? Há muitos anos atrás com uma Kodak 126.

2. Como desenvolveste o gosto pela fotografia ? Julgo que o gosto pela fotografia já nasceu comigo porque desde que me lembro a fotografia sempre me fascinou.

3. Que tipo de fotografia gostarias de fazer ? Não tenho preferência.

4. Que tipo de fotografia costumas fazer ? Adoro fotografar paisagens e acima de tudo a minha cidade (Porto)
5. Já leste algum livro sobre fotografia ? Se sim, qual ou quais? Sim! Vários. Destaco um: O guia completo de Fotografia Digital.
6. Já fizeste algum curso de fotografia ? Não.

7. Quais são as partes do dia que geralmente utilizas para fotografar (manhã, tarde ou noite)? Qualquer parte do dia é boa para fazer fotografia, mas tenho preferência pela manhã.
8. Fotografas durante a semana ou no final de semana ? fotografo quando me apetece e me sinto com inspiração para tal.
9. Qual é o equipamento de fotografia que geralmente utilizas ? A que mais utilizo é a NIKON – P90, mas de vez em quando também a Nikon P-500 e a GE-E1035.

10. Já experimentaste várias máquinas fotográficas ou geralmente utilizas sempre a mesma? Geralmente utilizo a Nikon P-90 talvez porque me afeiçoei muito há máquina, mas também fotografo com outras máquinas.
11. Já experimentaste fotografar com telemóvel ? Já, mas entendo que o dito aparelho não está vocacionado para a fotografia e sim para a comunicação.
12. Se fazes fotografia de retrato, tens algum modelo habitual ? Não, dificilmente faço fotografia de retrato.
13. Quando viajas levas a máquina fotográfica contigo ? O que procuras fotografar ? Paisagens, Monumentos e/ou Pessoas? A máquina tal como a mala, é um elemento que nunca se pode esquecer, e registo de preferencialmente paisagens e monumentos.
14. Em que modo costumas fotografar ? (automático, manual, prioridade à abertura, etc) Normalmente em automático, mas também gosto de manual.

15. Gostas mais da fotografia a cores ou P&B ? Gosto de ambas.
16. Num universo de 750 fotos de qualidade consegues escolher as 10 fotos melhores ?
Claro que sim! Dentro do meu gosto pessoal.
17. Costumas publicar as tuas fotos em algum site de fotografia ? Se sim, qual ou quais ? Vários a saber: Olhares, Reflexosonline, Podium Foto, My Space entre outros.
18. O que mais procuras num site de fotografia ? (exposição das fotos, comentários, dicas, outros) Partilhar o meu trabalho com outros e claro, gosto que o comentem.

19. O que mais te agrada na fotografia: Estética; Composição; Cor; Luz; Contraste; Impacto visual? De tudo o impacto visual além das cores, da nitidez, da luz e do contraste, em meu entender são estes os fatores de um bom trabalho aliado à criatividade do autor.
20. Quem mais te influenciou na fotografia ? Ninguém em particular, eu é sempre gostei de fotografia, e como tudo o que faço, esforço-me sempre por fazer melhor.

21. Porque é que a fotografia é importante para ti ? É um hobby que gosto muito, e utilizo para preencher o meu tempo.
22. Acreditas na expressão: Uma foto vale mil palavras ? Se sim, porquê ? Não! Isso é uma expressão que muita gente utiliza para dizer que gosta de determinada foto.

23. Se a fotografia não existisse, o mundo seria diferente ? Sim claro! A fotografia é um meio de expressão visual do qual atualmente não dispensamos.

24. O que gostarias de ver através da tua câmara fotográfica ? Um mundo sem guerras onde todos vivessemos em paz e harmonia.
25. Quem é o teu fotografo favorito ? Não! Para mim são todos os que fazem bons trabalhos fotográficos.
26. Achas que é preciso ter talento para registar emoção numa fotografia ? Sim! Como tudo na vida tem de se ter talento e um pouco de sabedoria.
27. Achas que o preço de uma câmara fotográfica pode afetar o resultado final da foto ?
Sem dúvida, há muita gente com talento, mas por causa de preços muitas vezes proibitivos, continuam no anonimato.
28. Tens estilo próprio na fotografia ? Se sim, qual ? Sim! O meu estilo é o gosto que desenvolvi ao longo dos anos, e que pode ser visto nos meus sítios, que atrás mencionei.

29. Para ti a fotografia é um hobby ou um modo de vida (profissional) ? Sou 100% amador, tudo o que faço fotograficamente é por puro prazer, logo é um hobby.

30. O que é necessário para ser um bom fotografo ? Três coisas: Ter o gosto pela fotografia e nunca pensar que já á um expert. Ter uma máquina razoável, e acima de tudo respeito pelos outros, e ajudá-los se necessário.
31. O que mais gostas de fotografar ? A minha cidade do Porto.
32. Na tua opinião, o que faz da fotografia uma arte ? É algo que na minha opinião é um mistério, embora haja muitas teses e gostos de cada um, já que há fotografias consideradas arte e nem todos gostam e aí estou-me a incluir.
33. Acreditas que a fotografia de rolo (35mm) vai acabar definitivamente na fotografia digital ? Não! Embora comece a ser muito proibitivo (preço) a fotografia analógica julgo que dificilmente acabará, veja-se o caso dos discos de vinil quando apareceram os cd’s todos pensavam que o vinil estava acabado mas passados estes anos chegou-se à conclusão que em relação ao CD e por incrível que parece o vinil tem mais qualidade vai daí está novamente já em produção (embora bastante caro), portanto com toda a certeza que irá acontecer o mesmo à fotografia analógica.
34. Qual é a história da tua fotografia? Todos os fotógrafos são considerados contadores de histórias. As tuas fotos transmitem alguma coisa? As minhas fotos não são histórias, refletem e transmitem o meu estado de espirito no momento em que as faço.

35. Como fotógrafo, és o primeiro crítico dos teus trabalhos? Como atrás disse sou 100% amador, mas o que faço tenho por hábito fazer sempre mais e melhor, logo antes de mostrar o meu trabalho, vejo e revejo, a ver se está em condições de ser apresentado às pessoas, muitas critico-me a mim próprio, é um questão de principio.

36. Concordas com a expressão: "Escrever um elogio com a intenção de agradar o fotógrafo para receber a sua visita, é tão mau como dar uma crítica destrutiva."
Eu tenho por norma visitar quem quero e que o seu trabalho mereça a minha opinião, nunca por obrigação, gosto de apreciar um bom trabalho sem que ninguém se sinta na obrigação de me retribuir apenas para ser agradável, gosto de pensar que me visitam para apreciar o meu humilde trabalho.


Entrevista por
Joao Pires